Manchetes do dia

Em Defesa do PCO e de Glauber Braga (PSOL)



Liga Comunista
Partido Comunista do Povo Brasil

Vivemos tempos difíceis, tempos de exceção onde predomina o autoritarismo e a barbárie. Tempos em que a vida é desvalorizada e a morte banalizada. Além das mais de 650 mil mortes provocadas pela pandemia da covid 19, muitas dessas mortes causadas pela irresponsabilidade do governo Bolsonaro; somam –se as tragédias “naturais” em Minas Gerais, na Bahia, no Rio de Janeiro e em Pernambuco, todas elas acompanhadas pela inércia do governo federal; acrescentam-se ainda as operações repressivas do Estado que vitimam inocentes com naturalidade, inclusive crianças. 

Esse período sombrio com avanço das forças obscurantistas, começou em 2011 com o espetáculo midiático promovido pelo STF no “julgamento” do chamado “mensalão”. Teve continuidade em 2013 com o sequestro dos atos que reivindicavam a diminuição das passagens de ônibus. Esse sequestro do movimento, serviu para organizarem os grupos fascistas. Já em 2016, deram o golpe de Estado que destituiu o governo Dilma. Prenderam Lula arbitrariamente, por 1 ano e meio, para impedi-lo de concorrer; constrangendo o de todas as formas, levando-o sob escolta armada, no enterro do neto e o impediram de comparecer no sepultamento de seu irmão. As redes de mídia golpista inundaram os tele- jornais com notícias mentirosas contra Lula, Dilma e seu Partido, dizendo inclusive que tinham contas no exterior.  A mídia nunca publicou a verdade, nunca se retratou.

Lula foi solto e livre das condenações por acaso. Encontraram conversas do Juiz Moro como os procuradores que provaram a armação da lava Jato para a condenação de Lula, com a participação de serviços de inteligência dos EUA. Os mesmos procedimentos adotados por esses serviços na derrubada dos governos de Honduras, do Paraguai e da Ucrânia. Procedimentos esses, do imperialismo norte americano, para derrubar governos não alinhados.

Neste período de pandemia o Parlamento brasileiro aproveitou o isolamento social para atacar os direitos dos trabalhadores e entregar para os grupos internacionais nossas empresas estratégicas. Há pouquíssima resistência. Um deputado do PSOL, o combativo Glauber Braga, questionou p presidente da Câmara Arthur Lira se ele não tinha vergonha de em uma votação simples entregar a Petrobras? Por esse questionamento Glauber foi ameaçado de ser retirado do Plenário e o partido de Bolsonaro representou para cassar o mandato do deputado.

Já o STF que nunca bloqueou a mídia golpista pelas mentiras que propaga e decidiu de forma arbitrária, contrariando a Constituição Federal, bloquear as contas do PCO – Partido da Causa Operária, na internet.

O Povo brasileiro atravessa um momento decisivo. O País precisa anular as contrarreformas Previdenciária, Trabalhista, do Ensino Médio, o teto de gastos, a Emenda Constitucional 95 e todas as privatizações. O país precisa avançar com reformas estruturais com um programa de governo, que num primeiro momento atenda às necessidades básicas devolvendo os direitos aos trabalhadores, garantindo um auxílio emergencial de valor suficiente para a vida da família dos trabalhadores, enquanto for necessário, reforma do poder judiciário, debelar o aparato de repressão, acabar com as leis de exceção; reforma agraria e urbana, ampla liberdade de organização sindical, partidária e de expressão. Ou se faz tudo isso ou sucumbiremos a barbárie. 

-- Todo apoio ao Deputado Glauber Braga – PSOL

-- Todo apoio ao Partido da Causa Operária – PCO

-- Abaixo a medida ditatorial do STF contra a esquerda

-- Pelas Liberdades Democráticas

-- Fora Bolsonaro

-- Lula Presidente

Ousar Lutar, Ousar Vencer 

Brasil, 06 de junho de 2022

Nenhum comentário