Manchetes do dia

São Paulo: Eleger Jandyra Uehara, pela organização das lutas, pela derrotar os golpistas nas urnas e nas ruas!

 


Apoiamos Jandyra Uehara à Deputada Estadual pela defesa que sua candidatura faz da revogação do “teto de gastos”, da reforma previdenciária, trabalhista e da “autonomia” do Banco Central. Compreendemos que sua campanha e seu mandato podem ser um instrumento para mobilizar os trabalhadores pela revogação dessas medidas golpistas e de toda a herança maldita dos governos tucanos em São Paulo, desde Alckmin e antes dele.

É essencial recuperarmos e melhorarmos as condições de vida da maioria da população trabalhadora. Se no plano nacional precisamos reestatizar a Petrobrás, Eletrobrás, os Aeroportos e as Rodovias, em São Paulo, é preciso reestatizar o Banespa, Nossa Caixa, CESP e Eletropaulo.

Para diminuir o desemprego, a miséria e a violência é preciso que o Estado esteja a serviço e controlado pelos trabalhadores e não por um bando de parasitas como está hoje. Mesmo com a vitória de Lula e Haddad, a quem apoiamos nessas eleições, se os trabalhadores continuarem sendo extropiados pelo capital com a ajuda do Estado, nada vai mudar.

Se Lula e Haddad não revogarem as reformas neoliberais ou pior, ousarem dar continuidade a elas, fazendo novas reformas como a administrativa (a reforma trabalhista para os servidores públicos) e a reforma fiscal, como Lula prometeu em seu discurso na Federação das Industrias do Estado de São Paulo (a MECA do golpismo) no dia nove de agosto, a situação de nossa classe vai continuar piorando.

Além disso, como defende a companheira, é preciso reajustar os salários com ganhos reais (e não apenas correndo atrás da inflação) para recuperar o poder de compra de nossa classe, afetado pela criminosa inflação imposta pelos empresários e justificadas pela pandemia ou pela guerra na Ucrânia.

Também, é preciso lutar pela revogação da Reforma do Ensino Médio que amplia a desigualdade do ensino na escolaridade e alfabetização entre ricos e pobres.

“O golpe das direitas prossegue acelerado e precisamos usar todos os instrumentos de luta ao nosso alcance para aumentar a nossa conexão com a vida do povo, aumentar a nossa capacidade de organização e mobilização, para que possamos derrubar Bolsonaro, seja por meio do impeachment ou outros mecanismos legais, e ao mesmo tempo derrotar o neoliberalismo e criar as condições para vencer as próximas eleições e governar transformando o Brasil.” (Página 13, 233, outubro de 2021).

A companheira Jandyra é histórica dirigente do Sindicato dos Funcionários Públicos de Diadema (SINDEMA), Secretária de Políticas Sociais e Direitos Humanos da CUT nacional e membro da Articulação de Esquerda (AE), tendência interna do Partido dos Trabalhadores.

A AE, acertadamente

  • 1   Critica a política de aliança com os golpistas, com a direita e com a burguesia, estabelecida pela direção do PT;
  •   Alerta para o risco de baixar a guarda para a direita, acreditando que a eleição já está ganha;
  • 3   Convoca a mobilização de rua para o dia sete de setembro para não entregar o dia da pátria para a extrema direita e
  • 4. Defende a Rússia e a China contra o imperialismo.

Em São Paulo, a Liga Comunista está com Jandyra Uehara, Haddad e Lula Presidente!

Por um Governo dos Trabalhadores!

Pelo Socialismo!

Nenhum comentário