Manchetes do dia

Plenária dos Comitês Populares de Luta, Paulista/PE.

David Rodrigo Capistrano

No dia 30 de Abril se realizou a plenária dos CPL (Comitês Populares de Luta). Foi um evento vibrante e concorrido no auditório do SISEMPA, Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Paulista. Organizado pelo PT, PCdoB, PSOL e movimento sindical e popular.

Dentre os mais de 200 participantes, compareceram dirigentes do movimento sindical e de organizações sociais da cidade, além de parlamentares do PT, PSOL e da presidente nacional do PCdoB e vice-governadora Luciana Santos. 

Todas as intervenções dialogaram no sentido da unidade em torno da candidatura LULA, tendo como centro da luta política a derrota de Bolsonaro e de seu governo entreguista, vende-pátria, anti-operário e capacho do imperialismo.

A intervenção da Liga Comunista, enfatizou a necessidade de se consolidar a unidade política em torno não apenas da candidatura Lula, mas acima de tudo em torno de um verdadeiro programa de salvação e reconstrução nacional, galvanizado a partir na necessidade de ruptura com o imperialismo e a ditadura dos bancos, a bancocracia, as oligarquias e o latifúndio de velho e novo tipo. 

O orador da LC alertou ainda que a incorporação de Geraldo Alckimim à chapa, significa uma camisa-de-força, do conjunto de forças burguesas golpistas, sua digital política, uma representação da Av. Faria Lima, ou seja, da oligarquia rentista e com o papel de avalista do colaboracionismo na candidatura petista.

Advertimos que depositar ilusão em um setor da burguesia e com ela amalgamar unidade é uma política desastrosa. A história recente demonstrou o quão perigosa é essa aposta para classe trabalhadora e quais são suas consequências deletérias.

Finalmente, conclamando para se construir um potente movimento de luta através dos CPL, pelas reivindicações populares, emprego, moradia, gatilho salarial, congelamento dos preços da sexta básica, dos aluguéis e das tarifas de energia elétrica e água etc. 

Conclamamos também para que se constituem Comitês em defesa das Repúblicas Populares de Donbass, da Rússia e da sua integridade e soberania nacional contra a agressão do imperialismo estadunindense e da OTAN que nesse instante usam a Ucrânia de marionete. 

Nossa intervenção teve ressonância. As demais intervenções que se seguiram na plenária coincidiram e corroboram com nossas preocupações politicas. Uma delas, o presidente da CTB em Pernambuco e membro da direção do PCdoB em Pernambuco, Helmiton Bezerra, reverberou na sua intervenção cada um dos aspectos da nossa intervenção, dos quais ele realçou dois: a necessidade de transformar os CPL em uma mobilização permanente pela luta das necessidades populares, e de como parte da luta anti-imperialista, desenvolver a partir dos CPL ações ativas de defesa e solidariedade a Rússia sob agressão do imperialismo.  

Um calendário de plenárias populares nos bairros será fixado para impulsionar a luta e capilariza a atuação dos CPL, materializando as ações da campanha Lula presidente.

Nenhum comentário